AGENTES MODELADORES DO RELEVO

Blog de espacodageografia :ESPAÇO DA GEOGRAFIA, AGENTES MODELADORES DO RELEVO

 

 

 

 

AGENTES MODELADORES DO RELEVO

tectonismo

O tectonismo, também conhecido por diastrofismo, consiste em movimentos decorrentes de pressões vindas do interior da Terra, agindo na crosta terrestre. Quando as pressões são verticais, os blocos continentais sofrem levantamentos, abaixamentos ou sofrem fraturas ou falhas. Quando as pressões são horizontais, são formados dobramentos ou enrugamentos que dão origem às montanhas. As conseqüências do tectonismo podem ser várias, como por exemplo a formação de bacias oceânicas, continentes, platôs e cadeias de montanhas.

 

vulcanismo

É a ação dos vulcões. Chamamos de vulcanismo o conjunto de processos através dos quais o magma e seus gases associados ascendem através da crosta e são lançados na superfície terrestre e na atmosfera. Os materiais expelidos podem ser sólidos, líquidos ou gasosos, e são acumulados em um depósito sob o vulcão, até que a pressão faça com que ocorra a erupção. As lavas escorrem pelo edifício vulcânico, alterando e criando novas formas na paisagem. A maioria dos vulcões da Terra está concentrada no Círculo de Fogo do Pacífico, desde a Cordilheira dos Andes até as Filipinas.

 

abalos sísmicos ou terremotos

Um terremoto ou sismo é um movimento súbito ou tremor na Terra causado pela liberação abrupta de esforços acumulados gradativamente. Esse movimento propaga-se pelas rochas através de ondas sísmicas (que podem ser detectadas e medidas pelos sismógrafos). O ponto do interior da Terra onde se inicia o terremoto é o hipocentro ou foco. O epicentro é o ponto da superfície terrestre onde ele se manifesta. A intensidade dos terremotos é dada pela Escala Richter, que mede a quantidade de energia liberada em cada terremoto.

 

intemperismo - agente esculpidor

O intemperismo, também conhecido como meteorização, é o conjunto de processos mecânicos, químicos e biológicos que ocasionam a desintegração e a decomposição das rochas. A rocha decomposta transforma-se em um material chamado manto ou regolito. No caso da desintegração mecânica (ou física), as rochas podem partir-se sem que sua composição seja alterada. Nos desertos, as variações de temperatura acabam partindo as rochas, assim como nas zonas frias, onde a água se infiltra nas rachaduras das rochas.

 

NÃO ESQUEÇA!

epirogênese: São movimentos de longa duração geológica, como o soerguimento lento da península escandinávia ou o rebaixamento progressivo da fachada litorânea da Holanda. Os padrões de modelagem da superfície terrestre são modificados pela epirogênese. O levantamento de extensas áreas continentais muda a configuração da drenagem dos rios. O arqueamento torna os deníveis mais acentuados e provoca aumento da velocidade das águas e do trasporte de detritos, intensificando a erosão. Por outro lado, as bacias formadas no interior dos continentes, por rebaixamento epirogênico, recebem os sedimentos transportados das áreas mais elevadas.

 

orogênese:  São movimentos de curta duração, como o erguimento das cadeias montanhosas do período terciário. Eles atuam sobre zonas de instabilidade da crosta, nos limites das placas tectônicas. Ao contrário da epirogênese, que resulta de pressão vertical, a orogênese resulta da pressão horizontal exercida pelo choque das placas, resultando em dobras e falhas.

DOBRAS: As dobras acontecem devido a fortes pressões exercidas em terrenos pouco resistentes e plásticos.

FALHAS: São fraturas que formam-se em áreas onde as rochas são rígidas e resistentes às forças internas e "quebram-se" em vez de dobrar.

 

transgressões e regressões marinhas

Denomina-se transgressões marinhas a invasão de superfícies continetais pelas águas oceânicas. Elas podem ser provocadas por epirogênese negativa, ou seja, pelo rebaixamento de blocos continetais, ou por aquecimento global e conseqüente derretimento de porções das geleiras polares. As regressões marinhas, ao contrário, provocam a emersao de superfície originalmente recobertas pelo mar, e são causadas por movimentos epirogênicos negativos ou pelo esfriamento global.

intemperismo, tectonismo, vulvcanismo

segunda 10 março 2008 14:48 , em PRIMEIRO ANO - SALA DE AULA



Nenhum comentário AGENTES MODELADORES DO RELEVO



Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.243.12.156) para se identificar     



Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para espacodageografia

Precisa estar conectado para adicionar espacodageografia para os seus amigos

 
Criar um blog